11/10/2017

Sindicato conquista mais duas reintegrações nesta quarta-feira (11)


Depois de cinco anos enfrentando uma briga judicial, com o suporte do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Sandro Barbosa, funcionário do Santander, conseguiu a ordem de reintegração pela segunda vez nesta quarta-feira (11). Com esta, a entidade soma, ao longo de 2017, 47 reintegrações.


A saga do bancário começou em dezembro de 2012, quando a empresa em que ele, então, trabalhava iniciou um processo de demissão em massa, com pretensão de desligar mais de 60 funcionários. Mesmo de posse de um exame de inaptidão ao trabalho, Barbosa foi uma das três pessoas que o Sindicato não conseguiu impedir que fossem demitidas. No ano seguinte, ele entrou com um processo de reintegração ao banco e conseguiu que sua demissão fosse anulada. Entretanto, o Santander não cumpriu a ordem judicial de devolver a sua função.


“Foi um ato de total intransigência da empresa. Passei os últimos anos em benefício do INSS e, em setembro deste ano, o juiz me deu novamente o documento de reintegração. Apesar disso e mesmo depois de ser notificado quatro vezes pelo Instituto e pagar multas, o banco não cumpriu a determinação novamente. Neste mês de outubro, recebi uma nova ordem e espero que desta vez o banco a cumpra”, declarou.


O Sindicato está acompanhando o caso desde o início e, de acordo com o secretário de Saúde da entidade, Wellington Trindade, continuará vigilante na execução dos processos. “O que o banco vem fazendo é inadmissível. Não pouparemos recursos para que a reintegração seja cumprida e para que todos os casos de desrespeito aos direitos dos trabalhadores sejam devidamente solucionados”, afirmou.





Além de Sandro, outra funcionária do Santander foi reintegrada nesta quarta-feira. Adna Lima, empregada há 10 anos, foi demitida há quatro anos e, na época, conseguiu com o apoio do Sindicato, ser reintegrada. Há quatro meses, a funcionária foi demitida novamente e conquistou a reintegração hoje (11).


“Foi uma ação rápida desta vez. A bancária já tinha um histórico de doença ocupacional devidamente reconhecida pela Justiça, o que corroborou para a agilidade do processo. Assim como Sandro ela se encontra em benefício e assim vai permanecer, pois está doente”, informou Trindade.

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretária de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Adeílton Filho e Epaminondas Neto • Jornalista Responsável: Micheline Américo  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Coordenação, Supervisão e Produção de audiovisual: Tempus Comunicação •  Programação Visual: Bruno Lombardi