23/03/2019

Mais de 20 mil trabalhadores marcham contra a reforma da Previdência no Recife (PE)



No Recife (PE), mais de 20 mil trabalhadores marcharam no Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência. O Sindicato dos Bancários de Pernambuco fortaleceu a luta contra a Proposta de Emenda à Constituição (6/2019) do governo Bolsonaro, que dificulta o acesso à aposentadoria e reduz os benefícios previdenciários.


"As trabalhadoras e trabalhadores brasileiros repudiam o governo Bolsonaro, que verá que a esquerda brasileira vai estar nas ruas para dizer não à reforma da Previdência. Venha para a luta, não morra trabalhando", conclamou a presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues, em carro aberto, representando as entidades sindicais cutistas. 


A mobilização convocada pela Central Única dos Trabalhadores e demais centrais sindicais ocorreu em mais de 120 cidades do Brasil, com o objetivo de impedir a aprovação da proposta que será votada pelo Congresso Nacional até junho deste ano. Paulo Rocha, presidente da CUT em Pernambuco avaliou o ato como vitorioso, “é um ato de largada na retomada da luta em defesa da previdência Pública, sentimos nas ruas muita receptividade”. 




Os trabalhadores saíram da Praça do Derby no final da tarde e seguiram formando uma grande coluna pela Avenida Conde da Boa Vista. "É o esquenta para a greve geral que a CUT e demais centrais vão organizar se o governo insistir em manter a tramitação da proposta que acaba com a aposentadoria por tempo de contribuição, impõe a obrigatoriedade de idade mínima de 65 anos para os homens e 62 para as mulheres terem direito ao benefício, entre outras perversidades", afirma o dirigente do Sindicato, Fabiano Moura.


Antes de seguirem para a Praça do Derby, local de concentração do ato, os bancários paralisaram parcialmente as atividades de 19 agências no Centro do Recife. Confira a matéria, clicando aqui.

Compartilhe no
Notícias relacionadas...

Outras notícias...

Expediente:
Presidenta: Suzineide Rodrigues • Secretário de Comunicação: Epaminondas Neto • Conselho Editorial: Suzineide Rodrigues, Epaminondas Neto, Josenildo Santos, Beatriz Albuquerque e Expedito Solaney • Jornalista Responsável: Beatriz Albuquerque  Redação: Beatriz Albuquerque e Brunno Porto • Produção de audiovisual: Kevin Miguel •  Programação Visual: Bruno Lombardi